terça-feira, 14 de janeiro de 2014

THE BERLIN FILE (2013)


베를린 [Bereurlin/The Berlin File]. Coreia do Sul, 2013. De Ryoo Seung Wan. Ação/Espionagem

Além de mostrar o básico daquilo que se espera de um filme de ação e espionagem, The Berlin File consegue ir um pouco além, embora não traga nada de revolucionário. Não faltam grampos telefônicos, perseguições, cenas de tiroteio, porrada de tirar o fôlego, além das reviravoltas na história (e olha que são muitas e coerentes).

constante vigilância: ninguém escapa de câmeras e microfones escondidos em The Berlin File


Ha Jun Woo foi um psicopata em The Chaser e um endividado sem perspectivas em The Yellow Sea. Em The Berlin File é um agente secreto da Coreia do Norte. Recebeu o prêmio de melhor ator no BaekSang Arts Awards de 2013

Mas o que mais gostei foi do roteiro do diretor Seung Wan Ryoo (de City of Violence) e de algumas atuações, em especial de Ha Jun Woo (de The Yellow Sea e The Chaser) que vive o protagonista Pyo Jong Sung, um espião da Coreia do Norte trabalhando na Embaixada de seu país em Berlim

relação conturbada: entregar a vida à nação teve seu preço e mudou para sempre a vida de uma de uma família feliz estremeceu a base de uma relação: a confiança. Gianna Jun e Ha Jun Woo em cena vivem momentos tensos nos quais não podem mais confiar um no outro

O personagem principal carrega o fardo de ser o herói nacional da república e sua vida complica quando sua esposa, a intérprete da embaixada é acusada por espionagem em favor dos sul-coreanos. Vale o destaque também dessa atriz, Gianna Jun (de My Sassy Girl) que vive uma mulher sofrida na trama.

E nesse conflito de denunciar a própria esposa, com suspeita de deserção e assim cumprir incondicionalmente sua missão, Jong Sung também é acusado de ser um possível agente duplo e o governo de Pyongyang envia ao seu encalço outro implacável agente, Dong Myung Soo (Ryoo Seung Bum) para dar cabo do herói e de sua esposa, mais o embaixador, outro suspeito de traição.

tenso: correria, tiroteio e porrada bem coordenados, mas bem que poderia ter mais.
Doo Hong Jung (Fighter in The Wind) é quem coordena a ação em The Berlin File.

Jong Sung se descobre no meio de uma armação e se volta contra o sistema que na verdade conta com uma grande rede de corrupção e negócios nada oficiais e decide fugir com a esposa, após ela contar que está grávida.

Han Suk Kyu é um agente sul-coreano que vive em conflito com os seus superiores

Outro personagem importante, aliás o co-protagonista da película é o agente sul-coreano Jung Jin Soo (Han Suk Kyu de Shiri), um sujeito da velha escola que odeia comunistas e esta é a sua maior motivação por seguir de perto as transações do país inimigo em Berlim. Ele também passa a perseguir Jong Sung e trava desentendimentos constantes com os seus superiores incompetentes.

Ryoo Seung Bum como o vilão implacável

Falei e falei, mas não contei nada que seja considerado um spoiler, tem muito mais para você descobrir em The Berlin File. Procure ver e tire suas conclusões, muita coisa foge da obviedade do tipo "sul-coreanos do bem contra os comunistas maus do norte", o drama dos personagens e a montagem de cenas são bem trabalhadas, garantindo que você não tire a atenção da tela ao longo das duas horas. Não o julgue pelo trailer.