quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

THE MAN FROM NOWHERE (Ajeossi)


Utilizando-se de elementos presentes em muitos outros filmes de ação, The Man From Nowhere  (Coreia do Sul, 2010) de Lee Jeong-beom prende o espectador com a boa narrativa, cenas de ação caprichadas, sem esquecer do conteúdo emocional e a diversão em suas duas horas muito bem trabalhadas.

Em ação: Won Bin (de Mother e A Irmandade da Guerra) encarna bem o espírito de seu personagem: muito convincente  na pele do herói frio e brutal nas lutas e perseguições.

Tae-sik (Won Bin) é um misterioso dono de uma loja de penhores, mesmo sendo antissocial faz amizade com a menina So-mi (Kim Sae-ron), sua vizinha que busca a todo custo aprofundar a amizade com o rapaz a quem ela enxerga a figura paterna que nunca teve.

So-mi vive com a mãe, uma mulher perdida na prostituição e viciada em heroína, a situação fode de vez quando essa infeliz resolve roubar a cocaína de uma máfia da pesada, que não deixa por menos, em resposta os malfeitores sequestram as duas. A mãe tem um destino cruel: é dilacerada e seus órgãos arrancados e vendidos. A gangue liderada pelos cruéis irmãos Seok armam uma cilada e culpam Tae-sik (Won Bin) pelo crime, além de usá-lo para se livrar de um traficante rival.

A fúria de Tae-sik explode e ele sai à caça dos bandidos para resgatar So-mi, descobre sozinho o esquema do crime que envolve tráfico de órgãos, drogas e crianças. Sem poder contar com a polícia que só atrapalha, mas nos revela o passado de Tae-sik, o herói faz tudo do seu jeito e do jeito que a gente gosta de ver: elimina sem dó os covardes que aparecem pela frente.

A briga final é memorável, coreografia de luta rápida e violenta!

característica interessante explorada: lutas filmadas de frente para o ator, era comum ver isso nos filmes de Bruce Lee

Ajeossi, seu título original em coreano significa "tio", é como a menina So-mi chama o protagonista, talvez para dar um toque mais sentimental e dramático e de certa forma consegue, apesar de não ser esse o forte do filme, que conta com boa dose de violência e brigas sangrentas. Aliás, a cena final para os sujeitos mais ácidos era dispensável por ser muito piegas, é o que achou por exemplo o Pablo do Cine Coréia.
A adorável Kim Sae-ron (aos 10 anos de idade), estrelou também o drama A Brand New Life (2009). Antes de tudo, "Ajeossi" é a história da amizade pura entre a menina e o dono da loja de penhores

The Man From Nowhere foi sucesso de público, o grande hit de 2010 na Coreia do Sul e bem recebido pela crítica por onde passou. O diretor Lee Jeong-beom não tem uma extensa filmografia (só 2 filmes até o momento), mas mostrou que competência não lhe falta.

No Japão: lançamento de 3 edições especiais em DVD e Blu-ray, com discos duplos cada um. Foram lançados hoje (02/02/2012). Título no Japão: "Ajioshi" (アジョシ) Fonte: Amazon.co.jp

Quando esse filme será licenciado no Brasil? É a pergunta que eu faço, se alguém souber me responder... Já estamos em 2012, acho uma injustiça não ver pelo menos um DVD nas prateleiras das locadoras brasileiras. No Japão, a estreia ocorreu meio tarde também (setembro de 2011), mas lá rolou uma premiére como pode ser visto no canal da Movie Collection. O site oficial japonês continua ativo: http://ajussi2011.jp/pc/. Nos EUA estreou em setembro de 2010, segundo o imdb.

Atualizado:
Você pode assistir a Ajeossi ou "Homem de Lugar Nenhum", título aqui adotado no Netflix. Legendado em português.

Leia a ótima crítica do filme no CineDrops (22/11/2013).