domingo, 11 de janeiro de 2009

mangá: Shin-chan

Além do animê, o mangá original de Yoshito Usui foi publicado por aqui pela Panini e teve o mesmo destino do seriado animado, sua circulação foi cortada pouco após a estréia.

Shinnosuke Nohara (Shin-chan) é um moleque de 5 anos, inocente e ao mesmo tempo já é pervertido e mulherengo. Ele Não escolhe hora ou lugar para fazer seus pais, professora, colegas da escola e desconhecidos, pagarem sempre mico em público.

Com muito humor nonsense, Yoshito Usui tira sarro da aparentemente comportada sociedade japonesa com personagens pacatos que vivem no bairro Futaba da cidade de Kasukabe (província de Saitama), local onde o mangaká vive. Acontecimentos do cotidiano têm sua rotina virada do avesso com Shin-chan por perto.
Se convencionou muito pelo ocidente de que a idéia que mangá é o desenho com personagens de olhos grandes, pernas compridas e etc e tal, mas eis aqui um exemplo clássico de quadrinho japonês com roteiro e desenhos simples. E mesmo lido da esquerda para a direita, nunca perde suas características.

A edição brasileira ficou muito boa, todas as piadas foram cuidadosamente adaptadas para o português sem comprometer o conteúdo original e as historinhas continuaram engraçadas, trabalho competente de Eduardo Tanaka, responsável pela tradução no Brasil.

Só fiquei muito chateado com o cancelamento da revista sem pronunciamento oficial da editora Panini.

para ler mais historinhas na íntegra, clique aqui (publicadas no fórum Tokubrasil)
saiba um pouco mais sobre shin-chan na wikipedia
site oficial da TV Asahi