terça-feira, 30 de junho de 2009

Jet Li: Máscara Negra

Um dos filmes mais loucos e absurdos da saudosa Sessão Kickboxer, Black Mask (não confundir com o segundo integrante dos Maskman) foi um relativo sucesso estrelado por Jet Li em 1996, escrito e produzido por Tsui Hark (A Colônia/Sete Espadas/Alvo Duplo) e dirigido por Daniel Lee. Diversas cópias de "Hak Hap" - título original em cantonês - saíram pela Ásia afora. Confira no Asian Fury.

A história básica começa quando...
Em 1992, um pelotão das forças especiais submeteu-se a um experimento super secreto do governo, na ocasião essas pessoas tiveram todos os seus nervos retirados para que não sentissem mais dor e assim pudessem lutar até a morte! O tal grupo que passou a se chamar Esquadrão 701, se rebelou e fugiu.

Um desses fugitivos "sem nervos" era Tsui Chik (Jet Li) que jamais teve contato com as forças especiais do governo novamente, e agora trabalha numa pacata biblioteca de Hong Kong e está sempre longe de encrencas. Ele tem alguns colegas de trabalho com quem está aprendendo "a ser humano de novo".

Françoise Yip (à direita) também está no elenco

O rapaz também passa a ajudar seu amigo inspetor da polícia quando um novo grupo de criminosos começa a liderar o tráfico de drogas na Ásia, para a sua surpresa trata-se do Esquadrão 701. Tsui Chik não concorda com as ações dos seus antigos companheiros e passa combatê-los usando uma identidade secreta como se fosse o Batman, nasce o Máscara Negra.

Daí em diante você já sabe: pancadaria, tiroteio, explosões e sangue dão as caras na tela - tudo isso começa no prólogo para ser mais exato - e o sangue aliás, é bem artificial, dando um toque de HQ, junte isso com as lutas muito bem coreografadas pelo tio Yuen Woo Ping que como sempre não me decepciona.
O inspetor Rock (Ching Wan Lau) e a prova manual, hahaha

O traje de Máscara Negra é claramente inspirado no figurino da série The Green Hornet (1966) estrelada por Van Williams e Bruce Lee no papel do assistente Kato.

No Brasil, Black Mask foi distribuído pela Flashstar em fullscreen com áudio em inglês e a dublagem feita na Dublavídeo, se me lembro bem a versão do DVD é um pouco diferente da exibida na Band, mas ficou muito boa, um detalhe é que gosto de ver filmes chineses dublados (e os japoneses legendados).

Por ironia, a sequência Máscara Negra 2 (2005) ficou uma bosta, e não porque Jet Li ficou fora do elenco, mas porque toda a história original foi alterada, Tsui Hark quis inventar um negócio de botar mutantes com lutas, não deu pra engolir. E olha que foi o próprio Hark que dirigiu!

a sequência inicial de Máscara Negra