sábado, 24 de outubro de 2009

PLASTIC CITY, sim eu vi

O longa de Yu Lik Wai, numa co-produção Brasil/China/Japão está na 33ª Mostra de Cinema de São Paulo segundo o Made in Japan (dica do Moshi Moshi). Não escondo que fiquei meio decepcionado com o que eu vi, pois descobri que sou mesmo conservador e não estou acostumado a ver trabalhos tão surreais no cinema. E Plastic City é mais um produto que foge de convencionalismos. Recebeu vaias no Festival de Veneza em 2008, mas isto não pode ser tomado como humilhação, pois os artistas da Semana de Arte Moderna de 1922 tiveram a mesma recepção do público.

E o filme é bem brasileiro, contando com a maioria dos nossos no elenco e todas as cenas foram rodadas em São Paulo, Santos e outras cidades do interior paulista, o português também predomina na maior parte da trama, ficou fácil para os legenders. O cenário é violento e sujo, os diálogos contém muitos palavrões (o Bakemon já havia alertado), mas isso não me incomodou em nada. O que eu não curti foi o desfecho da história, um tanto subjetivo.
Tainá Müller em Veneza: a simpatia e beleza da atriz brasileira que já trabalhou e morou na China. Em plastic city ela vive a prostituta Rita que faz de tudo para voltar a viver com o seu filho. Ela é amante de Kirin (Odagiri)

Joe Odagiri (Shinobi/Kamen Rider Kuuga/Chi to Hone) não fez lá uma grande atuação como protagonista, mas achei que ficou melhor que o esperado. Ele foi dublado, já que trata-se de um personagem brasileiro, descendente de orientais criado por um mafioso chinês (o famoso Anthony Wong). Dá pra notar a certa falta de entrosamento dos atores como muitos críticos já haviam comentado. Milhem Cortaz, Antônio Petrin e Alexandre Borges  estão no elenco, além de outros artistas que já vimos nas novelas da Globo, SBT e Record.

Na premiere de Plastic City no Japão. Joe Odagiri conta que jogou futebol no Brasil, mas parece não ter se dado muito bem com a bola.

Enfim, PLASTIC CITY é filme que poucos vão gostar, porque foi feito para poucos mesmo. Espero ver mais co-produções Brasil-China, mas da próxima vez com enquadramentos mais comuns, que agradem o povão.


site oficial no Brasil: http://www.plasticcity.com.br/
distribuído pelo Grupo Paris Filmes, procure nas locadoras, você pode gostar.

última atualização do post: 08/05/2010