terça-feira, 12 de janeiro de 2010

KAYOKYOKU: O Pop Japonês Antigo?

Até ontem eu desconhecia este termo: "Kayoukyoku" ou Kayokyoku (como se pronuncia), mas já conhecia de vista alguns dos cantores do estilo através de programas especiais japoneses, que vez ou outra relembra sucessos das décadas passadas.


Eu também confundia Kayoukyouku com o tradicional "Enka", mas conforme li no blog enka.zip.net de Daniel Watanabe, numa explanação do livro "Japop" de Cristiane Sato, há coerência em eu ter generalizado os dois dos estilos musicais mais famosos do passado japonês.



Na verdade, Kayoukyoku representa as músicas pop praticadas no Japão nos anos 1960, 1970 e até final dos anos 80 (Era Showa), segundo a comunidade dedicada no Live Journal. Em outras palavras, é o "J-Pop das antigas", pois não utilizava as baladas tradicionais do Enka, nem seus temas mais comuns, diversificando-se em vários outros estilos musicais do ocidente.









 Vinil de "L'amore e un Miracolo" ou "Ai no Kiseki" (Hide & Rosanna)

Entre tantos, um dos mais reconhecidos é Sakamoto Kyu com o seu famoso "ue o muite aruko" (a.k.a sukiyaki), música que rodou o mundo, foi regravada em diversas línguas, até em português. O cantor já esteve no Brasil.



Sakamoto Kyu em "Ue o Muite Arukou"

Embora não muito conhecido internacionalmente, a dupla formada por Hide & Rosanna emplacou um sucesso duradouro no Japão, com músicas mais românticas:


"Ai no Kiseki" a mais famosa de Hide e Rosanna

Rosanna Zambon é natural da Itália e conta que pensou em voltar para a sua terra após a morte do parceiro Hide Demon em 1990. Mas ela resolveu ficar, pois seus três filhos já haviam crescido no Japão e dificilmente se adaptariam fora. Quem teve que se adaptar mesmo foi Rosanna, que aprendeu japonês muito bem na fala e na escrita. Ela é de uma família de músicos, um de seus tios estava em evento durante as Olimpíadas de Tóquio e mais tarde levou Rosanna para a Ásia, para que ela fizesse apresentações por lá. Numa dessas ocasiões, conheceu Hide que procurava alguém para formar um dueto, ela conta que ao conhecê-lo de "alguma forma sentiu que ele seria seu futuro marido".

Hoje ainda participa de alguns programas musicais na TV para cantar os seus antigos sucessos ao lado de um outro cantor ou acompanhada do vídeo de Hide. Publicou até alguns livros de culinária italiana para as japonesas e teve algumas participações especiais em "doramas". (fonte: The Japan Times)
O curioso é saber que cantaram até "Bossa Nova", para você notar a variedade encontrada no Kayoukyoku:



"Midnight Bossa Nova"


Agradecimentos ao Fernando que deu o toque no Orkut

Saiba mais. Acesse o J-WAVE em "KAYOKYOKU: Música Popular Japonesa"